Medicina Fetal Voltar

Biopsia de Vilo Corial

A Biopsia de Vilo Corial(BVC), é baseada na coleta e análise de amostra de trofoblasto(vilo corial ou cório frondoso), que representa a parte de origem fetal da placenta; contrapondo-se com a de origem materna, que é constituída pela decídua basal. Essas células do cório frondoso(vilo corial) são derivadas do zigoto, refletindo portanto a constiuição genética e metabólica fetal. Todas as anormalidades cromossômicas(estudo citogenético), deficiências enzimáticas (estudos bioquímicos) e estudos de DNA(biologia molecular), identificáveis pela amniocentese, também podem ser diagnosticadas pela BVC, com confiabilidade muito semelhante, e com a vantagem da precocidade do exame. A Biopsia de Vilo Corial(BVC) Transabdominal, por nós introduzida no Brasil em 1988(André Arnaud F, et. al., 1988), é realizada através de punção adnominal guiada pelo Ultrassom, onde endereçamos a placenta para a coleta do material. Trata-se de procedimento indolor, sem necessidade de preparo especial prévio e com baixos riscos associados. O risco de abortamento associado ao exame é de aproxidamente 0.5%.

 

Damos preferência pela realização do exame entre 11 e 13 semanas de gestação, visto que nesta fase torna-se procedimento de menor risco e de execução mais fácil. 

 

Preparo prévio ao exame: Não há necessidade de preparo especial.        
Cuidado pós-exame: Repouso relativo por  24 - 48 horas. 
Resultado do exame: O laudo oral será informado em média de 1 a 3 semanas, dependendo do tipo de exame. A entrega do laudo escrito ocorrerá no máximo em 30 dias.            
Maiores Informações: Entrar em contato com o Dr. André Luiz Arnaud Fonseca.